O Muro da Vergonha p/proteger Dilma no desfile de 7 de setembro

povo-isolado

Um muro de metal de 2 metros de altura isola toda a área do tradicional desfile de 7 de setembro, na tentativa de evitar manifestações contra a presidente Dilma.  A construção do muro causou consternação entre a população. Vários trechos do muro já foram pichados com inscrições como “muro da vergonha”, “vergonha” e “fora Foro de São Paulo”. Nas redes sociais, internautas comentam massivamente o isolamento da presidente. Grupos que já organizavam manifestações convocam a população a levar colheres para bater no muro, utilizando-o como base para um imenso “panelaço”.

Fonte: http://www.folhapolitica.org

Anúncios

WhatsApp X Vivo #MMA #Round

download

A Telefônica/Vivo nunca vai oferecer pacotes de zero-rating com oWhatsApp, pelo que garantiu o presidente da operadora, Amos Genish, ao falar da concorrência com as empresas over-the-top (OTT) no mercado. Na visão do executivo, o serviço de mensagens e de voz sobre IP do Facebook é uma “operadora pirata” e age na ilegalidade.”O WhatsApp é bem mais perigoso que o Netflix, é uma ameaça que precisamos entender melhor”, disse o executivo em conversa com jornalistas nesta terça, 4, durante o Congresso ABTA 2015. Ele reclama que o serviço utiliza os números de celular da própria operadora para oferecer ligações OTT, enquanto a tele ainda precisa pagar R$ 4 bilhões anuais em Fistel. “É pirataria no pior sentido, é um operador na Califórnia, usando nossos números e clientes e sem obrigações regulatórias, jurídicas e fiscais”, esbraveja.

Por conta desses argumentos, o executivo é taxativo: “Eles estão trabalhando contra a lei brasileira. Não vai acontecer nunca de fazermos parceria, e espero que as outras operadoras acordem para isso.”Genish afirma que ainda não foi possível medir o impacto nas redes ou em receitas das chamadas por IP no WhatsApp por ser um lançamento recente, mas ressalta que o recurso não é o único no mercado. Ele cita ainda os recursos Facetime e iMessage da Apple, dizendo que a diferenciação em relação a chamadas e SMS são mínimas e podem levar à confusão.

FONTE: ExameAbril

Mulher Acaba Noivado e Justiça Manda Ressarcir Gastos com Imoveis

images
A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) condenou uma mulher que mora em Juiz de Fora a indenizar seu ex-noivo, técnico em eletrônica, pelos gastos que ele teve com a compra de móveis destinados a compor a residência do casal. Após o término do relacionamento, os móveis permaneceram com a mulher.
O técnico ajuizou a ação em novembro de 2010, com a alegação de que, no intuito de se casar, comprou vários móveis e os enviou para a casa da mãe da noiva. Entretanto, o relacionamento acabou e ela não os devolveu. Ele alega que teve seu nome negativado, em consequência da dívida com os bens e outras feitas por ela em seu cartão de crédito enquanto segunda titular. Ele pediu indenização por danos materiais no valor aproximado de R$ 3 mil e requereu também indenização por danos morais, em razão da negativação de seu nome.
Ao contestar, a mulher alegou que o ex-noivo não comprovou que os gastos realizados foram para o casal nem que o endereço da entrega dos móveis era de sua mãe. Argumentou também que não existe ato ilícito decorrente de descumprimento de noivado.
O juiz de primeira instância negou os pedidos do técnico, que então recorreu ao Tribunal de Justiça.
O desembargador Amorim Siqueira, relator do recurso, apontou que os bens foram entregues em local diverso da casa do técnico e, apesar de não constar dos autos documento comprobatório de que a mãe da ex-noiva residia nesse endereço, há depoimento testemunhal que comprova a alegação. A testemunha afirma que o endereço é do apartamento onde moravam os pais da ex-noiva e que eles iriam se mudar para um sítio para que o casal se instalasse ali.
Segundo o relator, o depoimento e as demais provas produzidas pelo técnico comprovam os fatos narrados por ele na petição inicial. Assim, determinou que a mulher pague ao ex-noivo a quantia gasta com os móveis, em valor que deverá ser apurado em liquidação de sentença.
Quanto aos danos morais, o desembargador entendeu que a ex-noiva não pode ser responsabilizada pela negativação do nome do técnico, uma vez que foi ele quem assumiu a obrigação do pagamento das dívidas.
Os desembargadores José Arthur Filho e Pedro Bernardes acompanharam o relator.
        Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Chibatozol no povo Potiguar: O gás terá reajuste de 23%

mão-masculina-que-mantém-o-chicote-de-couro-marrom-isolado-no-branco-32449277-1

O valor do botijão de gás, que atualmente está em cerca de R$ 50, passará a custar entre R$ 57 a R$ 62 no estado, dependendo da região. O Rio Grande do Norte conta, atualmente, com cinco distribuidoras de gás: Gás Butano, Liquigás, Supergasbras, Copagás e Ultragás, que distribuem o produto para mais de 40 revendedores que estão regularizados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Fonte: TribunaDoNorte

Concurso da Policia Assembleia Legislativa

Lei foi publicada no Diário Oficial do Estado.
Realização do concurso ainda não tem data definida.assembleia-legislativa-do-RN

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte criou a o cargo de Polícia Legislativa por meio de uma resolução publicada no Diário Oficial do Estado. De acordo com o documento, será realizado concurso público para a contratação de 30 agentes de Polícia Legislativa. O concurso não tem data definida.

Os candidatos aos cargos terão que fazer prova de conhecimento e ainda passar por fases eliminatórias do concurso como a aprovação em avaliação de idoneidade moral e social e em exames psicotécnico, de esforço físico e de capacidade física e mental; e a comprovação de ausência de antecedentes criminais.

Ainda de acordo com a resolução, serão consideradas atividades típicas de Polícia Legislativa o policiamento preventivo nas dependências da Assembleia Legislativa, inclusive quando ela se reunir em outro local, bem como de seus prédios anexos; a proteção do presidente da AL em qualquer localidade do Estado e de todo o território nacional; a segurança dos demais membros da mesa diretora em qualquer localidade do Estado, quando estiverem a serviço da Assembleia Legislativa; a segurança dos deputados, diretores e servidores que estiverem a serviço da Assembleia Legislativa, dentro do território do Estado, quando determinado pelo presidente da Assembleia Legislativa; a proteção de Senadores, Deputados Federais, Deputados de outros Estados e autoridades, quando estiverem sob a responsabilidade da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte; o controle das entradas e saídas dos edifícios da Assembleia Legislativa, procedendo, quando julgar necessário, a revista de pessoas, seus pertences e veículos; buscas e apreensões nas dependências da Assembleia Legislativa; as atividades de registro e de administração inerentes a polícia;e a investigação e sindicâncias compatíveis com as atividades típicas de polícia.

FONTE: G1

Oficial da PM/RN, pede as nomeações 824 Aprovados para associação oficiais

Imagem

Desabafo e preocupação do 2º Tenente Silva Neto, de Macau, ganha admiração dos aprovados do ultimo concurso que aguarda boa vontade política para realização do curso formação de soldado. O fato já tem sido discutido a anos nas redes sócias pelos militantes da segurança publica  em relação ao déficit de efetivo da PM.

“Com a máxima vênia, igualmente, e como sócio que sou, solicito à diretoria da associação dos oficiais militares do estado, em caráter de urgência, como reforço, por favor, que fale também sobre o pleito referente à nomeação dos 824 aprovados no último concurso da PM-RN, para complementar o efetivo existente, haja vista haver em nossa Instituição um déficit de 4 mil vagas, bem como, informo, com conhecimento de causa, que há municípios no interior do Estado que trabalha apenas com um PM de serviço por dia”.
Respeitosamente,
João Gomes da SILVA NETO, 2º Tenente PM
Comandante do 2º Pel/1ª CIPM em Macau/RN